Curiosidades

 

Ilhas


Ilha do Arvoredo:
Junto com as ilhas Galés, Deserta e Calhau de São Pedro, forma uma das três reservas biológicas marinhas do Brasil. Possui 80%de sua área total de 27 mil m²coberta de Mata Atlântica e seu interior abriga a fauna típica desse ecossistema, composta basicamente de pequenos mamíferos, como gambás e morcegos, aves e répteis.

Ilha das Galés: ?a menor das ilhas que compõem a Reserva Marinha do Arvoredo, possuindo vegetação de porte médio. Apresenta nos seus arredores parcéis com corais de profundidade que varia de 10 a 20 metros.

Ilha Deserta: ?um pouco mais afastada da costa, e um local importante para a reprodução de aves marinhas, como o trinta réis e o gaivotão. O mergulho l??indicado somente para quem tem experiência, uma vez que o local ?desabrigado e tem forte correnteza. A profundidade pode atingir 40 metros.

Calhau de São Pedro: O acesso de barco at?a ilha ?bem difícil. O local ?desabrigado e as correntes marítimas são muito fortes. Por isso s?os mergulhadores mais experientes devem se aventurar por l?

Ilha do Macuco: A ilha faz parte do Parque Municipal do Morro do Macaco e o acesso ?feito por barco. Possui uma trilha ecológica e o passeio ?conduzido por pescadores que conhecem toda a região, dando ênfase para a educação e interpretação ambiental, além de ser uma área muito apreciada por mergulhadores e pescadores amadores.

Trapiches


Trapiche dos Pescadores: Canto Grande

Trapiche da Associação das Escolas de Mergulho: Centro

 

Locais e nomes curiosos


A Cruz da Praia de Quatro Ilhas: Existe uma lenda sobre o aparecimento de uma cruz de madeira nesta praia, por volta de 1823, que o povo levou a sério. Os pescadores da época a fixaram na areia da praia, de frente para o mar. Houve uma época que a cruz tinha caído e não foi restaurada, sendo que, naquele ano a pesca foi péssima a aconteceram desgraças. Então, foi construída uma nova cruz e a abundância de peixes voltou a ocorrer

Pedra Descansa Defunto: Encontra-se no alto do morro na divisa entre Bombinhas e Porto Belo, antes da abertura da estrada atual, era o ponto mais alto do antigo caminho. Quando ocorria algum falecimento em Bombinhas (na época era distrito de Porto Belo) o corpo do falecido era levado para o cemitério da Igreja Matriz de Porto Belo, e os carregadores geralmente, colocavam o caixão em cima da pedra para tomar fôlego, antes de iniciar a descida.

Segundo a crendice popular, o local ?mal-assombrado, ouvem-se vozes, barulhos e gemidos em volta da pedra; sendo que os mais antigos evitam passar por l?durante a noite.

Duas irmãs: São duas pedras quase idênticas, localizadas na Praia da Sepultura. Acredita-se que foram usadas pelos indígenas que por aqui viviam como pontos de referências astronômicas ou marítimas, porque existem duas pedras semelhantes no morro de Bombinhas.

Gruta do Monge: Segundo dizem, apareceu na Ilha do Arvoredo um homem que trajava roupas rudes e escuras, pensava que ele era um monge, este homem abrigou-se em uma gruta existente na ilha e l?viveu por muito tempo, at?que um dia desapareceu da mesma forma que chegou, sem deixar vestígios.

Deixando assim, as pessoas impressionadas achando que ele fosse algum santo ou mesmo um bruxo. Hoje ainda existe a gruta que devido ao ocorrido ficou conhecido como Gruta do Monge.

Gruta Toca do Cabo: Existem dois abrigos naturais que levam este nome. Um localiza-se na praia de Fora (4 Ilhas) e o outro na praia da Sepultura. Contam os mais antigos que ficou escondido durante vários anos um cabo do exército imperial que lutou na guerra do Paraguai e fugiu dos horrores desta guerra, escondendo-se nessas tocas.

Toca do Morcego: Centro

 

 
Publicidade